Os Mutantes: 50 anos de um clássico

por em quinta-feira, 16 agosto 2018 em

LinkedIn

As histórias em volta do trio Mutantes – que depois virou quinteto – são várias. A maior de todas é sobre a qualidade de seus discos que era reflexo deles como instrumentistas. Não bastasse isso eles ainda contaram com a participação de Rogério Duprat e do terceiro irmão Baptista, Cláudio, que era o engenheiro e […]

CONTINUE LENDO

Miséria e Fome – Inocentes

por em quarta-feira, 1 agosto 2018 em

LinkedIn

Comprei esse LP no inicio da década de 90. Um relançamento pela DEVIL Discos datado de 1988. Até o relançamento desse LP, muitas águas passaram até que esse disco fosse editado como de fato foi gravado. As gravações originais são de 1983 e foram bancadas pela própria banda por meio do dinheiro conseguido com o […]

CONTINUE LENDO

Aggression, da Verse, completa 10 anos e ainda emociona

por em sexta-feira, 23 março 2018 em

LinkedIn

Sem fim anunciado e sem shows a Verse segue uma incógnita. Certo é que o álbum Aggression ainda emociona dez anos depois de seu lançamento.

CONTINUE LENDO

Parece que Japan Pop Show foi lançado hoje

por em quinta-feira, 22 março 2018 em

LinkedIn

Lá em 2008 Curumin falava de corrupção em “Caixa Preta” e do meio ambiente em “Kyoto”, onde também profetizava que o mundo acabaria em 2018. Cá estamos nós e nada do mundo acabar, seja por uma guerra mundial ou pelo famoso meteoro que tanta gente espera. E sabe o pior? A corrupção que achávamos que […]

CONTINUE LENDO

20 anos de Sonic Mambo ou naquele tempo ainda podíamos andar a pé a noite

por em sábado, 27 janeiro 2018 em

LinkedIn

Em 1997 no Bar do Buraco, na Vila de Ponta Negra, vi a banda Eddie pela primeira vez. Acompanhando estavam a Jam 97 (creio que a primeira banda de Foca) e a General Junkie (hoje um ex-jogador em atividade). Comigo estava Renato, desbravador de shows naquele tempo. De lá pra cá a banda vem se […]

CONTINUE LENDO

Corredor Polonês, da Patife Band, completa 30 anos com cara de novo

por em quinta-feira, 18 maio 2017 em

LinkedIn

Em 1987, a Patife Band lançou Corredor Polonês, seu único álbum (descontando um EP homônimo em 1985 e um ao vivo em 2003). Trinta anos depois,  a banda continua na ativa e o disco, ainda é atual. Os temas variados que vão do amor a vida do trabalhador, quase tudo em poemas minimalistas, mas que exprimem […]

CONTINUE LENDO

Afro-sambas cinquentão: musicalidade e sincretismo cultural

por em terça-feira, 1 março 2016 em

LinkedIn

Inegavelmente um disco à frente de sua época e um dos mais importantes da música popular brasileira, Os Afro-sambas virou um cinquentão em 2016. O álbum foi gravado nos dias 3, 4, 5 e 6 de janeiro de 1966 pelo selo Forma, que produzia sons de extrema sofisticação para a época. Minha relação com essa pérola […]

CONTINUE LENDO

Em All Things Must Pass, George Harrison transformou o “Worst Of” dos Beatles em uma obra-prima

por em quinta-feira, 25 fevereiro 2016 em

LinkedIn

De 1965 a 1969, os Beatles foram do folk psicodélico (pra dizer o mínimo) de Rubber Soul à “inovação-em-cada-faixa” de Abbey Road. Nesse meio tempo, os caras lançaram seis discos. Seis! Em cinco anos!! E eu não tô falando de qualquer seis álbunzinhos de meia tigela, não! Revolver em 66, Sgt. Pepper’s em 67, o […]

CONTINUE LENDO

A Imperial State Electric foi à guerra contra o tédio em Pop War

por em quarta-feira, 6 janeiro 2016 em

LinkedIn

Nicke Andersson, mais conhecido como Nick Royale é um dos músicos mais versáteis da última década. Tem passagem por bandas como Entombed e Death Breath (ambas de death metal) e também pelo Hellacopters, pelo qual sem  dúvida é mais conhecido. Cheio de influências e contribuindo para bandas como Dismember, onde gravou praticamente todas as guitarras […]

CONTINUE LENDO

O Motörhead matou a cobra e mostrou o riff em No Sleep ‘til Hammersmith

por em sexta-feira, 4 setembro 2015 em

LinkedIn

O som do Motörhead é como um exorcismo dentro de um carrinho de supermercado descendo uma ladeira. Você sabe que é perigoso, mas só vai parar de ouvir caso aconteça alguma merda. No estúdio, a banda teve problemas para captar a força quase nuclear de suas performances, mas depois do debutante (auto intitulado, lançado em […]

CONTINUE LENDO