Chegou na redação: Oruã e Goldenloki – Creme

por em quarta-feira, 24 janeiro 2018 em

LinkedIn

Quem acompanha O Inimigo já conhece a Oruã, uma das bandas que Lê Almeida é integrante e produz com seu Escritório e Transfusão Noise Records. A banda nasceu em 2016 e em 2017 soltou Sem Bênção/Sem Crença. Mais um disco/banda que aponta pras tantas influências que passam pela cabeça de Lê. No momento um LP duplo do disco está sendo editado na Florida (EUA) pelo selo IFB Records.

A novidade é o split Creme que foi gravado em fita e pensado pra fita, a partir de umas fitas cassetes velhas compradas na Praça Tiradentes (RJ) com quase 13 minutos cada lado. A ideia era cada conjunto usar o seu lado da fita como bem quisesse. Oruã fez uma única faixa de quase 13 minutos pro lado A e a Goldenloki gravou 3 faixas que formavam quase 13 minutos pro lado B. Todas as faixas foram gravadas no Escritório onde a Goldenloki aproveitou uma passagem pelo Rio e gastou um dia gravando.

Goldenloki lançou no fim de 2017 o disco Largado na Existência que saiu numa parceria com o selos Cavaca Records (SP) e Valente Records (RJ), sendo inteiramente gravado pela banda no estúdio Mameloki. A banda chega a 2018 atingindo um novo patamar em seu amadurecimento como banda, misturando minimalismo e popnoises de garage, krautrock e lo-fi.

Pra quem estiver em São Paulo, no próximo sábado (27) vai rolar a festa de lançamento do split com shows do Oruã e goldenloki. Siga o link para mais infos.