Amplitude: R.I.P. (2004-2009)

por em sábado, 31 janeiro 2009 em

LinkedIn

Sergio Ugeda nos tempos roqueiros do Debate

Agora é oficial: o selo paulista Amplitude fechou as portas. O anúncio chegou via newsletter da Tronco Produções nesta sexta-feira (30/01). O selo era capitaneado por Sergio Ugeda (Debate) e tinha um fraco pela boa música experimental brasileira.

Em entrevista a O Inimigo em novembro do ano passado, por ocasião da vinda do Debate para o Festival DoSol, Ugeda já havia acenado com a possibilidade do selo encerrar atividades. Segundo ele, o alto custo de produção dos discos, alguns calotes pelo caminho e o hábito moderno de baixar tudo pela internet foram fatores determinantes para a decisão final. “Prometi a mim mesmo que se em cinco anos a empresa não se sustentasse, eu a fecharia”, escreve Ugeda no comunicado oficial da Tronco.

O selo Amplitude iniciou atividades em 2004 e lançou 9 discos. Entre o cast do selo, pedradas como Satanique Samba Trio, Elma, Debate, Fóssil e Pexbaa. O catálogo dessas bandas por enquanto fica incerto, uma vez que na manhã de sábado, dia seguinte ao envio do e-mail com o obituário, até o myspace do selo já havia sido tirado do ar.

Entre e setembro e outubro do ano passado, a Amplitude também esteve a frente de um pequeno festival itinerante, que levou algumas das bandas do selo mais alguns convidados como The Name e Lulina e os americanos do Attractive & Popular a rodar por 22 cidades do interior paulista.

Depois de matar a cria, Ugeda segue como um dos articulistas principais da Tronco Produções. A produtora é mais um conglomerado de músicos, produtores, jornalistas e seres perturbados em geral que vem movimentando a cena de São Paulo e arredores, produzindo eventos, shows e o que mais der na telha. Outras informações sobre a produtora podem ser encontradas no site oficial da Tronco Produções.

Sergio Ugeda também continua na ativa com o Debate, junto ao multi-instrumentista Eduardo Ramos. De acordo com a página deles no myspace, o próximo show do duo será em Curitiba no dia 8 de março.

Foto: Gabriela Munin